definição sobre posologia e dosagem de medicamento



 POSOLOGIA 

 Bula de Medicamentos

 Indicação de Nisoflan

 Plantas Medicinais

Nisoflan - Nimesulida - Antiinflamatório - Posologia


-INDICAÇÕES DE NISOFLAN:

       Nisoflan (nimeulida) é indicado em casos de artrose, artrite reumatóide, periartrite de ombro, bursite, periartrite, tendinite, tenossinovite, osteoartrite. É indicado no tratamento de estados febris, processos inflamatórios relacionados com a liberação de prostaglandinas, notadamente osteoarticulares e músculo esuqeléticos. Usada em cefaléias, mialgias, no alívio da dor pós operatória, anexite, pulpite, flebite, mastite e alveolite.

-POSOLOGIA DE NISOFLAN:

Adultos e crianças acima de 12 anos
Comprimidos: 100mg (1/2 a 1 comprimido) duas vezes ao dia, podendo alcançar até 200mg duas vezes ao dia.

-CUIDADOS NA UTILIZAÇÃO:

       Aconselha-se administrar Nisoflan após as refeições. Em caso de insuficiência renal, a posologia deve ser adaptada às necessidades de cada paciente, de acordo com os valores do filtrado glomerular.

-REAÇÕES ADVERSAS:

       As reações adversas são muito raras (<1/10.000) e na maioria das vezes reversíveis. Pele e tecidos subcutâneos: os mais frequentemente relacionados foram rash, urticária, prurido, eritema e angioedema. Casos isolados de Síndrome de Steven-Johnson e necrólise epidérmica.
Gastrintestinais: os mais frequentes relatados foram náuseas, dor gástrica, dor abdominal, diarréia, constipação e estomatite. Raramente úlceras pépticas, perfuração ou hemorragia gastrintestinais que podem ser graves.
Hepáticos: alterações dos parâmetros hepáticos (transaminases) geralmente transitórias e reversíveis. Casos isolados de hepatite aguda, falência hepática fulminante.
Sistema nervoso: sonolência, cefaléia, tonturas e vertigens. Casos isolados de encefalopatia.
Renais: oligúria, edema, hematúria isolada e falência renal.
Sistema sanguíneo e linfático: casos isolados de púrpura e trombocitopenia.
Respiratórios: casos isolados de reações anafiláticas como dispneia e asma, a maioria em pacientes com histórico de alergia à aspirina e outros antiinflamatórios não esteróides.
Distúrbios gerais: casos isolados de hipotermia.

-ADVERTÊNCIAS:

       USO NA GRAVIDEZ E LACTAÇÃO: Como para os demais antiinflamatórios não-esteroidais, o uso durante a gravidez não é recomendado. O uso de anti-inflamatórios não-esteroidais até o final da gravidez está associado a uma incidência maior de distócia e atonia uterina. os AINEs também estão associados à indução do fechamento do ducto arterioso. Até o momento não há informação disponível sobre a excreção da nimesulida no leite materno e, esta não deve ser administrada a mulheres amamentando.




                                                                       Leia Também:

        Posologia de Medicamento