Ginkgo Biloba - Para que serve - benefícios


Sobre    -    Fale Conosco

Posologia

Logo

Home
Posologia de Medicamento       Posologia fitoterápicos       Artigos Científicos        Posologia Veterinária


 POSOLOGIA 

 Bula de Medicamentos

 Artigos Científicos

 Plantas Medicinais

Ginkgo Biloba - Benefícios



-COMO GiNKGO BILOBA FUNCIONA?

        Ginkgo Biloba aumenta o fluxo sanguíneo, com consequente melhora de oferta de oxigênio para as células, protegendo os tecidos dos danos da falta de oxigênio (hipóxia), além de inibir a agregação plaquetária.

-INDICAÇÃO DE GINKGO BILOBA:

       Desordens e sintomas decorrentes da deficiência do fluxo sanguíneo cerebral como problemas de memória, função cognitiva, tonturas, dor de cabeça, vertigem, zumbidos, estágios iniciais de demências (como Alzheimer e demências mistas), além de distúrbios circulatórios periféricos (claudicação intermitente) e problemas na retina.

-POSOLOGIA DE GINKGO BILOBA:

Comprimidos de 40mg: 1 comprimido, 3 a 4 vezes ao dia.

Comprimidos de 80mg: 1 comprimido, 2 a 3 vezes ao dia.

Comprimidos de 120mg: 1 comprimido, 2 vezes ao dia.

Obs: A dose diária deve estar entre 26,4 e 64,8mg de ginkgoflavonóides e 6 e 16,8mg de terpenolactonas.

Os comprimidos devem ser ingeridos inteiros e sem mastigar com quantidade suficiente de água para que sejam deglutidos.

-CONTRAINDICAÇÕES DE GINKGO BILOBA:

        Este medicamento não deve ser utilizado em crianças menores de 12 anos. Deve ser usado cuidadosamente em pacientes com distúrbios de coagulação ou em uso de anticoagulantes e antiplaquetários. Este medicamento deve ser suspenso pelo menos três dias antes de procedimentos cirúrgicos. (GACIA,1998; MILLS & BONES, 2005). Pacientes com histórico de hipersensibilidade  e alergia a qualquer um dos componentes da fórmula não devem fazer uso do produto. Este medicamento não deve ser usado durante a gravidez e amamentação, exceto sob orientação médica.

-EFEITOS COLATERAIS DE GINKGO BILOBA:

Podem ocorrer distúrbios gastrintestinais, dor de cabeça e reações alérgicas na pele (vermelhidão, inchaço e coceira) (GARCIA,1998). Também foram relatados enjôos, palpitações, hemorragias e queda de pressão arterial.

-INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: (MICROMEDEX, 2007):

    A associação deste medicamento com anticoagulantes, antiplaquetários, antiinflamatórios não esteroidais (AINES) e/ou agentes trombolíticos pode aumentar o risco de hemorragias. Este medicamento pode diminuir a efetividade dos anticonvulsivantes e alterar os efeitos da insulina, aumentando a sua depuração. Pode provocar mudanças no estado mental quando associado à buspirona ou Hypericum perforatum. Potencializa o efeito dos inibidores da monoaminaoxidase e aumenta o risco dos efeitos colaterais da nifedipina. Pode aumentar o risco de aparecimento da síndrome serotoninérgica quando associado aos inibidores da recaptação de serotonina e pode causar hipertensão em uso concomitante com os diuréticos tiazídicos. A associação deste medicamento com omeprazol acarreta diminuição de nível sérico do omeprazol. Quando associado com risperidona e/ou fluoxetina há diminuição da disfunção sexual. A associação com papaverina pode acarretar potencialização de efeitos terapêuticos e adversos.

Para maior informação, veja também a Bula deste medicamento.


Modo de Usar: 

"NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU      MÉDICO. PODE SER PREJUDICIALPARA SUA SAÚDE".

"Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento".

                                                                       Leia Também:

Ginkgo biloba - beneficios
Agradecemos pela sua preciosa visita
        Lembramos que este site como também todas as informações contidas nele, tem a pretenção de somente informar e de forma  alguma  pretendemos substituir as  orientaçoes de um profissional médico ou farmacêutico  ou servir como orientação para qualquer  tipo de tratamento. Lembramos que qualquer  direcionamento  e decisões  relacionadas a tratamentos, devem ser tomadas por profissionais autorizados, levando em conta as  peculiaridades de cada paciente.