BULA:

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

A vitamina A é uma importante vitamina lipossolúvel (solúvel em óleo) e sua deficiência, ainda hoje, é considerada um problema de saúde pública. A vitamina A é essencial para a visão, pois atua na manutenção do processo visual. A adaptação à escuridão é um fenômeno físico-químico ligado à presença de pigmentos derivados da vitamina A dentro da retina. A vitamina A também é essencial no amadurecimento das células e no adequado funcionamento da pele, mucosa e vasos. Quando ocorre excesso de vitamina A (hipervitaminose) observa-se diminuição da umidade das mucosas e da formação das camadas protetoras mais superficiais da pele. Os derivados da vitamina A atuam de maneira importante em numerosos processos fisiológicos como crescimento e diferenciação dos tecidos epiteliais e dos ossos, reprodução e desenvolvimento embrionário, além de atuar no sistema imunológico reduzindo as consequências de algumas doenças infecciosas e na proteção contra o desenvolvimento de malignidades (câncer). A vitamina A, além de atuar como enzima em diversos processos, também possui atividades antioxidantes.


AROVIT INDICAÇÃO

Arovit está indicado nos casos de hipovitaminose A (deficiência de vitamina A). A hipovitaminose A é caracterizada por lesões oculares próprias da deficiência desta vitamina, que se caracterizam como: cegueira noturna, xeroftalmia (ressecamento dos olhos), ceratomalácia (amolecimento da córnea) e manchas de Bitot, além de ressecamento da pele e deficiência de crescimento.


- POSOLOGIA

GOTAS (TRATAMENTO DOS SINTOMAS DE CARÊNCIA):

Crianças menores de 1 ano de idade ou com peso inferior a 8Kg: 5.000-10.000UI (1 a 2 gotas por dia;

Crianças maiores de 1 ano de idade: 5.000-15.000UI (1 a 3 gotas por dia);

Crianças maiores de 8 anos de idade: 50.000-100.000UI (10 a 20 gotas por dia)

Adulto: 30.000-50.000UI (6 a 10 gotas por dia)

Mulheres em idade de reprodução gestantes ou não: utilizar somente sob prescrição


(TRATAMENTO DE CEGUEIRA NOTURNA)

Crianças menores de 1 ano de idade ou com peso inferior a 8 Kg: 100.000 UI (20 gotas) no 1° dia, repetir após 24h e após 4 semanas.

Crianças maiores de 1 ano: 200.000 UI (40 gotas) no 1° dia, repetir após 24h e após 4 semanas.

Adulto: 200.000 UI (40 gotas) no 1° dia, repetir após 24h e após 4 semanas.

Mulheres em idade de reprodução gestantes ou não: 10.000 UI (2 gotas) por dia por 2 semanas ou a critério médico.

DRÁGEAS:

(TRATAMENTO DOS SINTOMAS DE CARÊNCIA):

Adulto: 20.000 ui (1 drágea)

(TRATAMENTO DA CEGUEIRA NOTURNA):

Adulto: 200.000 UI (4 drágeas) no 1° dia, repetir após 24h e após 4 semanas.

AMPOLAS: Uso adulto

Nos casos de distúrbios acentuados de absorção intestinal ou durante alimentação parenteral exclusiva, 1 a 2 ampolas por semana ou a critério médico.

COMO DEVO TOMAR ESTE MEDICAMENTO?

A drágea deve ser ingerida com água ou com um pouco de líquido. Não podem ser partidas ou mastigadas. A apresentação em gotas pode ser tomada com água, suco ou ainda de acordo com orientação médica. As ampolas devem ser administradas por via intramuscular profunda.

CONTRA-INDICAÇÕES DE AROVIT:

Arovit está contra-indicado na hipervitaminose A (excesso dessa vitamina) e nos casos de hipersensibilidade conhecida a qualquer um dos seus componentes. O uso concomitante de vitamina A, etretinato ou retinóides como aciretina e isotretinoína, deve ser evitado devido ao risco de acúmulo desta vitamina no organismo (hipervitaminose A).

Atenção diabéticos: Arovit drágeas contém açúcar.

CUIDADO NA GRAVIDEZ

Doses excessivas de vitamina A em gestantes podem causar defeitos congênitos no feto, assim como a deficiência desta vitamina. Doses superiores a 8.000 a 10.000 UI/dia devem ser evitadas em mulheres que estão ou pretendem ficar grávidas. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.


REAÇÕES ADVERSAS:

A vitamina A é bem tolerada, mas quando existe excesso de vitamina A no organismo algumas reações adversas podem ocorrer, tais como: dor de cabeça, cansaço, vertigens, náuseas, vômitos, distúrbios do sono, perda de apetite, sangramento nasal, descamação da pele, prurido (coceira), queda de cabelos e dores articulares (nas juntas).

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:

O uso concomitante de vitamina A, etretinato ou retinóides, como acitretina e isotretinoína, deve ser evitado devido ao risco de hipervitaminose A. 



Fonte Bibliográfica


Veja Também:

Obesidade e Bactérias Intestinais

Óleo de Copaíba Para Que Serve

Óleo de Girassol - Posologia

Ômega-3 - Posologia e Como Tomar

Pente Fino de Aço - Como Acabar com Piolho

Posologia de Albel Contra os Vermes

Posologia de Cicatricure Creme e Gel