posologia
POSOLOGIA DE MEDICAMENTO    |    ARTIGOS    |    POSOLOGIA FITOTERÁPICA    |    PLANTAS MEDICINAIS

AMOXICILINA PARA QUE SERVE

-INDICAÇÃO DE AMOXICILINA:

A amoxicilina é um antibiótico utilizado para o tratamento de infecções das vias respiratórias, do aparelho genitourinário, infecções intestinais, cutâneas, pós-operatórias e na erradicação do Helicobacter pylori.

-POSOLOGIA DE AMOXICILINA:

A amoxicilina, como todos os antibióticos, deve ser usada na dose e frequência recomendadas para obtenção e manutenção de concentrações séricas e teciduais eficazes.

Adultos:

Infecções leves a moderadas: 1 comprimido 500mg de 8/8 horas
Infecções moderadas a graves: 2 comprimidos de 500mg de 8/8 horas

Crianças:

Até 3 anos: 125mg (2,5mL), de 8 em 8 horas;

3 a 12 anos: 250mg (5mL), de 8 em 8 horas.

Para crianças pesando 40Kg ou mais, deve ser administrada posologia de adulto.


curtir




MODO DE USAR
"NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU    
MÉDICO. PODE SER PREJUDICIALPARA SUA SAÚDE"
.


"Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento".

-REAÇÕES ADVERSAS:

       Como ocorre com outras drogas da mesma classe, espera-se que as reações desagradáveis estejam essencialmente limitadas aos fenômenos de hipersensibilidade. Elas são mais prováveis de ocorrer em indivíduos que tenham demonstrado hipersensibilidade. As seguintes reações adversas foram associadas ao uso de penicilinas: Náusea, vômito e diarréia. Candidíase intestinal e colites. Eritema cutâneo e urticária. Aumento moderado nos níveis de transaminase glutam-oxalacética. Hepatite e icterícia colestática têm sido relatadas raramente. Anemia, trombocitopenia, púrpura trombocitopênica, eosinofilia, leucopenia e agranulocitose. Hiperatividade cerebral reversível, agitação, ansiedade, insônia, confusão mental, mudanças no comportamento ou vertigem foram, raramente, relatadas. Convulsões podem ocorrer em pacientes com função renal comprometida ou naqueles recebendo altas doses.

-INSTRUÇÕES DE USO:

       Os comprimidos de amoxicilina podem ser ingeridos com o auxílio de água, leite, suco de frutas, independentemente das refeições e podem ser mastigados antes da deglutição.

-CONTRAINDICAÇÕES:

       A amoxicilina é uma penicilina e não deve ser administrada a pacientes com hipersensibilidade à penicilina. Deve-se dedicar atenção especial à possível hipersensibilidade cruzada com outros antibióticos beta-lactâmicos (por ex. cefalosporinas). A amoxicilina não está indicada nas infecções causadas por microrganismos resistentes à amoxicilina (como estafilococos penicilino-resistentes), nas infecções causadas pela Pseudomonas aeruginosas, Rickettsias e vírus.

-PRECAUÇÕES A ADVERTÊNCIAS:

       Antes de iniciar o tratamento com amoxicilina, deve-se fazer uma investigação cuidadosa com relação às reações prévias de hipersensibilidade às penicilinas ou cefalosporinas. Reações de hipersensibilidade (anafilactóides) graves e ocasionalmente fatais foram relatadas em pacientes recebendo tratamento com penicilinas. Essas reações são mais prováveis de ocorrer em indivíduos com um histórico de hipersensibilidade aos antibióticos beta-lactâmicos. Rashes eritematosos foram associados à mononucleose infecciosa em pacientes recebendo amoxicilina. O uso prolongado ocasionalmente também pode resultar em super crescimento de microrganismos não-suscetíveis. A dose deve ser ajustada em pacientes com insuficiência renal. Em pacientes com redução do débito urinário, muito raramente foi observada cristalúria, predominantemente na terapia parenteral. Durante a administração de altas doses de amoxicilina, é aconselhável manter a ingestão hídrica e débito urinário adequados a fim de reduzir a possibilidade de cristalúria.

-INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:

       A probenecida reduz a secreção tubular renal da amoxicilina. O uso concomitante com amoxicilina pode resultar em níveis aumentados e prolongados de amoxicilina no sangue. Em comum com outros antibióticos de amplo espectro, a amoxicilina pode reduzir a eficácia de contraceptivos orais. As pacientes devem ser apropriadamente advertidas. A administração concomitante de alopurinol durante o tratamento com amoxicilina pode aumentar a probabilidade de reações alérgicas da pele. O prolongamento do tempo de protrombina foi raramente relatado em pacientes recebendo amoxicilina. A monitoração apropriada deve ser realizda quando anticoagulantes forem prescritos simultaneamente. Recomenda-se que, ao realizar testes para verificação da presença de glicose na urina durante o tratamento com amoxicilina, sejam usados métodos de glicose oxidase enzimática. Devido às altas concentrações urinárias de amoxicilina, leituras falso-positivas são comuns com métodos químicos. A alimentação não interfere com a ação de amoxicilina, podendo a mesma ser ingerida com alimentos.




OS MAIS LIDOS
Home  |  Sobre

Micuim tratamento

Óleo de Copaíba

Spirulina-Luz na vida

Mastruz-Santa Maria

Camomila-Leão?

Erva Doce-Vida Boa!

Teste de gravidez

Soluço-Tratamento

ômega 3 ainda é bom

Ativador Sexual

Haar Intern

Óleo de Copaíba

Votag Posologia

Ejaculação Precose

Veja mais no Mapa do Site



comomontarumafarmácia.com.br
benefíciosetratamento.com.br

AGRADECEMOS PELA SUA PRECIOSA VISITA
    Lembramos que este site como também todas as informações contidas nele, tem a pretenção de somente informar e
de forma  alguma  pretendemos substituir as  orientaçoes de um profissional médico ou farmacêutico  ou servir como orientação para qualquer  tipo de tratamento. Lembramos que qualquer  direcionamento  e decisões  relacionadas a tratamentos, devem ser tomadas por profissionais autorizados, levando em conta as  peculiaridades de cada paciente.